99% desesperada e aquele 1% agradecida

19.2.16



Não sei o que dizer. Só sentir. Estou um turbilhão de sentimentos e parece que ninguém consegue me entender. Poxa, é simplesmente a minha vida em jogo. O meu futuro. A minha sanidade mental. Me chame de dramática ou do que preferir, mas nada vai mudar o que estou sentindo. Minha real vontade é fugir, desaparecer, sumir. Abandonar tudo e viver uma vidinha medíocre longe de tudo isso. Sou fraca. Não aguento o tranco com tanta facilidade como outras pessoas. Não quero ser assim, mas é o que temos pra hoje.

Nunca pensei que crescer fosse tão difícil, se com algo aparentemente simples já estou 
quase morrendo, imagina quando os problemas de verdade começarem a aparecer?

Quero sumir.

Já disse isso?

Acho que sim, mas enfim.

Preciso extravasar. Fazer algo que me faça esquecer tudo por um momento, ou fazer algo que me liberte de todo esse sentimento ruim e pesado. Escrever. Pronto. É isso. Escrever me liberta. Super admiro quem consegue se comunicar de forma clara e sincera usando apenas palavras escritas. Na verdade não são “apenas palavras”, elas são PALAVRAS. Pra mim isso tem uma total diferença. Caraca, já estou fugindo do tema principal do texto. Afinal, tinha tema? Não sei. Estou tão confusa que até digitar está difícil. Difícil no sentido de conseguir organizar os pensamentos apenas clicando em pequenos quadradinhos mais conhecidos como teclas. Aí  meu Deus! Preciso dormir. Isso sim. Sempre que começo a falar bobagens de mais eu coloco a culpa no sono ou cansaço, e por incrível que pareça, isso sempre acontece quando realmente estou com a falta deles.

Bom, voltando. Estou nervosa, ansiosa, um misto de sentimentos que se resumem em uma única coisa: medo. Isso aí. Medo.

Nunca vi ser humano tão medroso quanto eu (ok, estou exagerando como sempre). Tenho medo de lagartixas, sapos, lagartos, gatos e de muitos outros animais que nunca cruzaram o meu caminho. Tenho medo também de humanos, mas acho que o pior medo mesmo, é o do fracasso. Acho que por causa desse último, a vontade de fugir e largar tudo bate forte.

Claro que nesse momento tem muita gente tendo motivos muito piores que os meus para ter medo e choramingar. Mas cada um, cada um. Para pessoas mais velhas eu estou sendo apenas uma garotinha boba, desculpa aí, mas não tenho as tuas experiências para saber que isso não é o fim do mundo. Está bem, eu sei que isso não é o fim do mundo mesmo sem as tuas experiências, mas infelizmente não é isso o que parece.

Estou explodindo! Mas, de uma forma boa. Nunca pensei que escrever no Word aliviasse tanto um coração pesado (na verdade é o cérebro, mas essa minha teoria fica pra outra hora em outro texto). Sempre fiz isso no papel, mas até que não foi tão ruim essa nova experiência.

Tenho três dicas para quem está precisando explodir:

  • FALE SOZINHO

Fale sozinho, mas fale muito. Se precisar grite, isso alivia, juro.

  • ESCREVA

A outra dica é escrever, sim, escreva e escreva até os seus dedos criarem calos. Escreva até sentir que todos os sentimentos que antes eram pesados se transformaram em nada. A sensação de leveza é boa.

  • AGRADEÇA

Por último e mais importante: agradeça a Deus por mais um dia de vida, sério, os problemas são ruins, a vontade é de desaparecer, mas sempre tem alguém no mundo vivendo situações muito piores que as nossas. Agradecer pela vida que temos nunca é demais.

Portanto, obrigada meu Deus por tudo. Tanto pelas aflições quanto pelas bênçãos. Eu posso não fazer a mínima ideia do porque acontecerem certas coisas na minha vida, mas de uma coisa eu sei, tudo tem um propósito. E hora menos hora esses propósitos se cumprem, e ai sim, vou descobrir o porquê de cada coisa vivida. Te agradeço do fundo do meu coração, de verdade. Obrigada! MUITO Obrigada .

Leia também

2 comentário(s)

  1. Dicas preciosas! Escrever é terapia, assim como o encontro de qualquer arte com aquele que através dela encontra sua forma de expressão e desabafo. Creio que no lugar de "escrever" colocaria "fale através de sua arte", porque pode ser pintando, compondo, etc. Esse último tópico é aquele que devemos lembrar mesmo quando passa, não é? Olhar os positivos nos negativos. Adorei!

    SEMQUASES.COM

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado! Sempre digo para as pessoas escreverem pois é o que me faz bem, mas todo tipo de arte é válido também ❤

      Excluir