31 de maio de 2016

Saudade



Saudade de coisas, de pessoas, de momentos. É um sentimento frequente (ou não), mas que nem sempre é exposto, assumido. Há quem diga que sente saudades de coisas que nunca viveu, de pessoas que nunca conheceu. Doidos? Talvez.

A saudade vem quando a gente menos espera, e às vezes, ela nos deixa mais triste. Ficamos tristes, pois além da saudade dos momentos bons, temos também saudade das pessoas que compartilharam essas lembranças, pessoas que nunca mais veremos, que nunca mais encontraremos. Não por que moram longe, mas sim, por que já morreram. E isso pode nos trazer outro sentimento, a alegria.

Alegria? Sim, a alegria.

Alegria de ter tido a oportunidade de conhecer a tal pessoa, e muito mais que isso, ter compartilhado momentos com ela.

Você pode até negar, mas eu sei que só em ler essa palavra o seu coração bate mais rápido. Não sei se é de algo, ou alguém; se é de um parente, amigo ou namorado. Só sei que esse sentimento pode deixar a sua vida mais colorida. Você pode usa–lo como inspiração para sorrir, cantar, escrever, atuar, pintar e viver.

A saudade é um sentimento comum, humano. Então permita-se senti-lo, pois a saudade saudável não machuca, fortalece.

2 comentários:

  1. Adorei o texto :)
    Tristeza, alegria, lágrimas e risos, tudo faz parte da confusão da saudade, confusão saudável, que não nos limita, faz-nos crescer!

    http://simplesmenteeuumcomummortal.blogspot.pt/

    ResponderExcluir