5 de agosto de 2016

Por mais que pareça, isso não é o fim do mundo!


Às vezes eu paro para pensar e percebo que tenho tanta coisa para falar, mas quase não falo. É tanto sentimento para compartilhar, que não compartilho. É tanta coisa para fazer, que não faço. Talvez tudo isso seja um sintoma da ansiedade, ficar inerte as coisas reais com medo de não consegui-las fazer bem. Pode ser. Talvez. Enfim.

Planejar muitas vezes é mais fácil que realizar. Afinal, para realizar você precisa dar a cara a tapa, não para o mundo, mas para você mesma. Superação. Existem coisas que precisam ser superadas, não para entrar no Guinness World Record, mas sim para vencermos o nosso próprio limite, o nosso próprio medo. E é aí que as coisas se complicam, porque o nosso maior inimigo nem sempre é o outro, e sim nós mesmos. A nossa mente. É difícil vence-lo, mas não impossível. 

Eu não tenho uma fórmula mágica para fazer com que isso melhore, com que isso passe e nunca mais volte. E olha que esse talvez seja um dos meus maiores desejos. A um tempo atrás eu escrevi um texto falando sobre algo parecido, o medo, o desespero de ser incapaz de aguentar as coisas da vida. Isso ainda é um sentimento real, mas não constante. Algo normal de cada ser humano eu diria. Mas como eu disse, as vezes é necessário explodir. Seja escrevendo, desenhando, pintando, cantando, correndo, pulando, ou qualquer outra coisa que faça você se sentir livre e leve de verdade, que faça você sentir que toda a carga negativa que você estava carregando foi liberada. E é claro, nunca se esqueça: agradeça sempre, pois apesar de tudo, por mais que pareça, isso não é o final do mundo!

------------------

E por falar em planejar e superação, tenho algumas coisinhas legais para falar para vocês:
- O blog agora está no Bloglovin' \õ/ 
- O VP está fazendo uma pesquisa de público para conhece-los melhor, para responde-la é só clicar AQUI.

Então é isso pessoal, fiquem com Deus 

Nenhum comentário:

Postar um comentário